NOTA DA CONTRATUH SOBRE O ADIAMENTO DO VIVER MULHER

Compartilhe:

Brasília, 12 de março de 2020

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (CONTRATUH) informa que, devido ao crescimento exacerbado do número de casos de infectados pelo Coronavírus (Convid-19) no Brasil e a elevação do risco da doença para “pandemia” anunciada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a diretoria da entidade avalia como prudente ADIAR O XIV SEMINÁRIO NACIONAL VIVER MULHER, que seria realizado em São Paulo (SP), entre os dias 25 e 27 de março. A previsão é de que o evento seja realizado no segundo semestre de 2020, ainda sem data confirmada, assim que o vírus estiver sob controle em todo o mundo.

A decisão da CONTRATUH vem após uma série de fatores:

– Nesta quarta-feira (11), o Ministério da Saúde já havia feito reunião com os presidentes do Senado e da Câmara alertando que a contaminação se dará, a partir de agora, em progressão geométrica e que “a situação é alarmante e que o país tem que se preparar”.

– Os números de infectados pelo vírus no Brasil aumentou em uma escala sem precedentes. Em apenas duas semanas, saltamos de um para mais de 70 casos, com risco de infecção em membros do alto escalão do governo.

– Viagens de avião, por se darem em ambiente fechado e frio, fortalecem a propagação do vírus,  expondo todos ainda mais a esta pandemia.

– A infecção agora é passada em território nacional, visto que os casos suspeitos da doença já ultrapassam mil pessoas, até agora. Número esse que, de acordo com previsões do Ministério da Saúde, deve aumentar gradativamente e rapidamente nos próximos dias.

– Vários locais, inclusive o Governo do Distrito Federal, já estão em estado de alerta e cancelaram grandes eventos. Empresas suspenderam viagens de seus colaboradores e escolas em todo o país estão liberando os alunos e profissionais de suas atividades por períodos determinados.

– Órgãos como o Supremo Tribunal de Justiça (STJ)  e o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinaram que servidores que regressaram de viagem a localidades onde o surto de Coronavírus foi reconhecido devem ficar em regime de teletrabalho temporário por 15 dias.

– A cidade de São Paulo, que sediaria o  XIV Seminário Nacional Viver Mulher, é o maior foco da doença, com mais de 40 casos confirmados e 555 suspeitas — o aumento foi de 53% em relação ao balanço anterior, feito ontem (11/03).

Enquanto não tivermos o controle desta doença, faz-se necessária a prevenção. Por isso, indicamos que todas as entidades filiadas à CONTRATUH que cancelem ou adiem eventos e reuniões com grande aglomeração de pessoal.

Assim que tivermos a confirmação de erradicação do Coronavírus, decidiremos em conjunto uma nova data para a realização do Viver Mulher, este importante evento de conscientização e fortalecimento da condição feminina.

 

Wilson Pereira

Presidente