CONTRATUH encerra mais um ciclo dos cursos de qualificação sindical

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade – CONTRATUH, encerrou, na tarde desta sexta-feira (24/05) os Workshops Regionais, prioridade da atual diretoria para 2019. O projeto percorreu as cidades de Fortaleza, São Paulo e Porto Alegre, contemplando as regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste, e concluiu as atividades, da região Centro-Oeste, em Brasília. Os temas debatidos foram escolhidos pela diretoria da entidade, baseados na necessidade de fortalecimento das entidades sindicais que, desde a aprovação da Reforma Trabalhista, vêm sofrendo ataques e tentativas de desmonte.

Ao encerrar as atividades, o presidente da CONTRATUH, Wilson Pereira, enalteceu a união sindical e a responsabilidade da confederação em instruir e dar apoio aos sindicatos de base. “Estamos aqui para somar forças e mostrar para nossos sindicatos filiados que eles não estão sozinhos. Estamos num novo momento político, com ataques ao sindicalismo nunca antes vistos, por isso nos fortalecermos é essencial para continuarmos na luta pelos direitos da classe trabalhadora. E quisemos dar ferramentas práticas para todos os participantes, pensando em formas eficazes de informar as categorias e dar mais musculatura para os mecanismos de defesa sindical”, disse.

O secretário-geral da CONTRATUH, Geraldo Gonçalves, um dos coordenadores do evento, abordou o tema ”Sustentabilidade do movimento sindical”. O dirigente explanou sobre a necessidade da nova gestão sindical estratégica, focada em resultados e no novo mundo do trabalho, tecnológico e globalizado. Ele apontou a busca da sustentabilidade sindical por meio de receita própria gerada pelo compartilhamento de serviços entre os trabalhadores em turismo e hospitalidade e suas entidades sindicais. “Considero que apresentei aqui um projeto que deve trazer luz neste novo contexto do movimento sindical. Precisamos fazer uma reflexão crítica sobre o passado e termos mais ação no presente, para colocarmos em prática um curto e necessário novo modelo de gestão. Esta transformação na relação capital x trabalho exige líderes pensando o novo, que demanda novos modelos de gestão com visão de futuro”, finalizou o dirigente.

Pensando neste novo momento do sindicalismo brasileiro, a CONTRATUH já começa a aplicar todos os métodos aprendidos nos cursos e irá focar suas ações para fortalecer o modelo de benefícios sociais, que garantem sustentabilidade financeira, na vanguarda do processo administrativo de organizações de representatividade, para toda as entidades de trabalhadoras.