Diretores da CONTRATUH discutem gestão sindical inovadora

Compartilhe:

Diante do atual cenário político nacional e da crise que abateu a representação dos trabalhadores desde que a reforma trabalhista (Lei 13.467/2017) foi aprovada, os diretores da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (CONTRATUH) realizaram, na tarde desta segunda-feira (8), evento para falar sobre a auto sustentabilidade das entidades sindicais.

O presidente da entidade, Wilson Pereira, fez a abertura falando sobre os problemas causados pela reforma trabalhista e também sobre a importância de termos entidades fortalecidas. “Nós precisamos de um sindicalismo forte no grupo de turismo e hospitalidade. A nossa confederação é extremamente respeitada e temos que continuar trabalhando unidos, cada vez mais fortes, para que possamos ter uma confederação, federações e sindicatos preparados ´para enfrentar as dificuldades. A CONTRATUH continua firme na busca de soluções para a sobrevivência das entidades filiadas e estamos no caminho certo.”, disse ele.

A palestra ministrada pelo secretário geral da CONTRATUH, Geraldo Gonçalves Filho, teve como tema “Gestão Sindical Inovadora”. Ele iniciou falando sobre as mudanças que foram feitas de forma obrigatória devido a lei, principalmente em relação a demissões feitas indevidamente. Logo após, apresentou subsídios importantes e informações sobre a reestruturação das entidades sindicais, que se faz necessária para o enfrentamento do desmonte que os sindicatos vêm sofrendo.

O palestrante abordou ainda a importância de se ter uma equipe qualificada profissionalmente e alertou sobre a Tecnologia da informação e comunicação (TIC) e sua importância em relação a posição estratégica nos sindicatos. Ele finalizou o tema falando sobre a Central dos Benefícios CONTRATUH, que traz uma série de vantagens, descontos e benefícios para os trabalhadores representados pelos sindicatos filiados e seus dependentes. “A Central dos Benefícios CONTRATUH nasceu com um ideal pela frente, de superar momentos difíceis pelos quais o movimento sindical, a classe trabalhadora e empresarial vem passando. Trabalhando o benefício nas nossas convenções coletivas conseguimos garantir bem estar aos nossos trabalhadores e sustentação as entidades sindicais”, finalizou.

Após a palestra, todos os participantes tiveram o seu momento para falar e tirar dúvidas específicas, principalmente ligadas ao seu estado de representação.