Posse da nova diretoria da NCST

Compartilhe:

Liderada pelo professor Oswaldo Augusto de Barros, a Nova Central Sindical de Trabalhadores reafirma seus princípios e inicia a implementação de ambicioso plano de ações.

Imagem Reprodução

Nesta terça-feira (30/11), ocorreu a cerimônia de posse da nova Diretoria Executiva da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST. O evento, realizado em formato híbrido (virtual e presencial), ocorreu no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura – CNTEEC, em Brasília-DF, e contou com a participação de expressivas lideranças sindicais e autoridades.

Assista a íntegra da cerimônia:

Dica: Adiante o vídeo até que a imagem da solenidade esteja visível

Liderada pelo professor Oswaldo Augusto de Barros (saiba mais), a Nova Central reafirma seus princípios históricos e dá inicio à implementação de ambicioso plano de ações (saiba mais), que visa realizar forte contraponto social e político contra a agenda de desmonte de direitos trabalhistas e sociais. A entidade preserva a parceria e ações conjuntas com as demais Centrais Sindicais de modo a fortalecer a luta coletiva dos trabalhadores brasileiros, tanto do setor público como do privado.

Posse dos dirigentes

Imagem Reprodução

Na oportunidade foi lido o Termo de Compromisso de Posse, que orienta a conduta e o compromisso de cada dirigente eleito com as diretrizes e princípios que regem a Nova Central Sindical de Trabalhadores.

Clique AQUI e baixe o termo de compromisso.

Transição

Serviço fotográfico de Leidiane Silveira

José Reginaldo Inácio, que se despede da Presidência da entidade para assumir o cargo de Diretor de Formação Sindical e Qualificação Profissional da NCST, ressalta que a Central seguirá atuando “na construção de um futuro melhor para o povo, de melhores condições de vida pra todos os trabalhadores, estimulando a resistência contra ameaças neoliberais, fortalecendo entidades sindicais e buscando assegurar a vitória da classe trabalhadora”, afirmou o líder sindical.

Reginaldo aproveitou a ocasião para fazer um relevante alerta: “É importante a gente não perder de vista a importância e os riscos desse momento. Não podemos deixar que o documento do GAET, recém compartilhado, oriente a pauta do movimento sindical. A tentativa do governo de pautar a ação sindical deve ser combatida, sobretudo quando não dialoga com os legítimos interesses da classe trabalhadora”, concluiu.

Professor Oswaldo, novo presidente da NCST

Imagem Reprodução

Remotamente, pela circunstância de estar em tratamento de saúde, Oswaldo Augusto de Barros, elencou desafios e o compromissos da sua gestão. “A crise que vivemos coloca a todos os que são dirigentes sindicais em um mesmo patamar. Nunca enfrentamos uma crise econômica em nossas entidades, como a que passamos agora. Tenho certeza que esse fator será nosso maior sentido de união. Porque somos idealistas, porque estamos sempre imbuídos de não temer o enfrentamento, tenho certeza que encontraremos forças suficientes para doar o máximo de cada um de nós, para o bem comum, porque saberemos dividir nossas conquistas”, afirmou o novo presidente da NCST.

“Não tenho preocupação se o trabalhado é árduo ou grande. Tenho sim uma certeza: a certeza de que todos vão estar comigo no bom combate. Todos vão estar comigo erguendo a bandeira e os princípios da Nova Central. Estaremos buscando juntos o caminho e a luz necessária para nossa sobrevivência, sobretudo a financeira, dadas as ofensivas que buscaram asfixiar o custeio sindical. Não somos covardes, somos apenas trabalhadores. Por sermos trabalhadores, nada nos amedronta”, reforçou Augusto de Barros.

Compromissos firmados

No documento “Compromisso com a Nação e com a Classe Trabalhadora Brasileira” (baixe AQUI), apresentado no 5º Congresso Nacional da Nova Central (saiba mais), a entidade compartilha um diagnóstico dos desafios contemporâneos e a postura da entidade frente a sua responsabilidade institucional, historicamente comprometida com os interesses gerais da classe trabalhadora das mais diversas categorias, filadas ou não à NCST.

Encerramento

Imagem Reprodução

Após a entrega simbólica da “Chave da Nova Central” do presidente José Reginaldo Inácio ao 1º vice-presidente da entidade, Moacyr Roberto Tesch Auersvald, o líder sindical, representando os demais integrantes da diretoria, elencou o retrospecto de lutas de históricas lideranças da entidade, agradecendo a disposição, o desprendimento e o compromisso destes para com a causa trabalhista e o desenvolvimento nacional. “A certeza do sucesso no nosso trabalho, é a confiança no empenho de cada um de vocês. Estamos juntos, porque juntos somos fortes!, concluiu.

Serviço fotográfico de Leidiane Silveira

Clique AQUI e acesse diversas imagens da solenidade – Fotos de Leidiane Silveira, assessora de comunicação da CNTEEC

Imprensa NCST