PRESIDENTE DA CONTRATUH PARTICIPA DE REUNIÃO COM O MPT PARA TRATAR DA PRECARIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DE PLATAFORMAS DIGITAIS

Compartilhe:

O presidente da CONTRATUH e diretor de finanças da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Wilson Pereira, participou na última quinta-feira (9), de uma reunião com o Ministério Público do Trabalho (MPT), que convocou as centrais para discutir sobre a precarização de trabalho que vem atingindo os trabalhadores nas plataformas digitais, e também definir formas de divulgação mais ampla dos direitos dos trabalhadores. Pela NCST também esteve presente o secretário geral Eduardo Maia.

Os procuradores doutor Tadeu Henrique e a doutora Carolina Buarque, que também são membros da Coordenadoria Nacional de Combate às Fraudes nas Relações de Trabalho (CONAFRET), falaram sobre o movimento que vem crescendo constantemente, que é chamado de uberização, ou seja, os trabalhadores têm passado a usar os seus bens privados, como por exemplo um veículo próprio, para ofertar serviços através das plataformas digitais. Carolina falou sobre a preocupação com a falta de apoio aos trabalhadores por parte dos empregadores. “No início cria-se uma ilusão com aumento dos ganhos, depois o ganho vem com alcance de metas. Cria-se uma nuvem de trabalhadores disponíveis, e está tudo ótimo para o empregador. Ele não tem responsabilidade nenhuma. O trabalhador, por sua vez, fica sem base. É um problema estrutural. E precisamos trabalhar juntos para conscientizar os trabalhadores do atropelo dos direitos trabalhistas”, enfatizou Carolina.

Wilson Pereira destacou a luta do movimento sindical em defesa dos trabalhadores que tem sido precarizados. “O nosso movimento sindical passa por um momento que é bem complicado, mas temos trabalhado diariamente para seguir defendendo os direitos dos trabalhadores que precisam ser respeitados. Este também é um posicionamento do professor Oswaldo, eleito recentemente para a presidência da NCST”, afirmou.

Também foi apresentado na reunião uma cartilha que fala sobre os direitos dos trabalhadores, preparada pela CONAFRET e pelo MPT, diretamente ligados as plataformas digitais. O material será distribuído de forma impressa pela NCST em 2022, mas a versão digital já pode ser encontrada nos links abaixo

https://mpt.mp.br/pgt/publicacoes/cartilhas/o-trabalhador-por-aplicativo-tem-direitos/@@display-file/arquivo_pdf

http://mptemquadrinhos.com.br/download/HQ60.pdf

 

Com informações da jornalista Leidiane Silveira, do FST