Pesquisa mostra que 95% dos executivos veem trabalho híbrido como permanente

Compartilhe:

A pandemia da covid-19 mudou as relações de trabalho e a tendência é que este novo modelo seja permanente. É o que mostra pesquisa realizada pela Robert Half, consultoria de recrutamento especializado.

De acordo com o levantamento, 95% dos executivos entrevistados veem o trabalho híbrido, com rodízio entre home office e no escritório, como parte permanente do cenário de empregos.

O estudo mostra ainda um crescimento significativo na quantidade de empresas oferecendo opções de trabalho remoto em comparação ao período anterior à covid-19.

Entre abril a dezembro de 2020, 80% das vagas trabalhadas pela Robert Half foram para posições 75% ou 100% remotas, e essa tendência deve se manter ao menos pelos próximos seis meses. Em 2019, apenas 5% tinham essa característica.

Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half, considera que 2021 continua sendo um ano de recuperação e reconstrução, tanto para empresas, quanto para os profissionais.

“As mudanças globais em relação ao trabalho remoto e híbrido, assim como a geração de receita advinda do comércio eletrônico, estão influenciando as prioridades de contratação que a Robert Half observa no Brasil. A adoção de processos operacionais e de planejamento mais orientados por dados, em conjunto com estratégias transformadoras de aceleração do rastreamento de talentos, projetadas para construir forças de trabalhos mais resilientes, flexíveis e ágeis, seguem sendo imperativos para navegarmos rumo ao fim da pandemia”, destaca o Mantovani.
Fonte: Exame