Valorização do mínimo sai em 90 dias

Compartilhe:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, se reuniram com representantes de centrais sindicais e discutiram formas de definir uma política de valorização do salário mínimo.

No encontro, ficou definida a criação de um grupo de trabalho envolvendo ministérios e sindicatos, que em 90 dias vai criar uma nova política para o setor. Por enquanto o valor do mínimo permanecerá nos atuais R$ 1.302 até maio.

“Há um grupo de trabalho do governo debruçado sobre o assunto, para em 90 dias, ter uma resposta. O resultado vai depender desse estudo, responsabilidade fiscal, equilíbrio, de forma consistente. Há o compromisso de Lula com um aumento real do salário mínimo”, disse o ministro do Trabalho.

Durante a campanha, Lula havia prometido que o valor do mínimo seria de R$ 1.320. “O grupo de trabalho, junto com a área da Fazenda, vai determinar até onde o valor do salário mínimo pode chegar. É uma tarefa para o médio e longo prazo”, disse Marinho.

Fila do INSS

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o Ministério da Previdência vai apresentar à Fazenda o tamanho da fila do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Como o Orçamento de 2023 já está aprovado, é preciso saber o tamanho para poder definir o valor.

Em relação à regulamentação dos trabalhadores de aplicativos, o ministro do Trabalho disse que será criado um grupo com especialistas, representantes de todo país, para trabalhar esse assunto. Por ora, ficou definido que as centrais vão traçar um perfil desses trabalhadores, o qual é muito pulverizado.

Para Marinho, é preciso ter regra para dar proteção social ao trabalhador de aplicativo, que fica horas no trânsito para conseguir ter um rendimento mínimo e, em caso de acidente, não tem direito algum nem a sua família.

Fonte: ICL Economia

………………